Fujam para as …árvores!

Uma alternativa aos inchaços das cidades (e às decepções que elas têm trazido): voltar ao campo, em construções que cercam árvores, e ver, em 360 graus, toda a floresta e as cores do céu. Tenho certeza que você dormiria e viveria melhor! Com painel que capta energia solar e a distribui para uso interno, vidros que protegem do calor e uma série de inovações que permitem a vida moderna ao redor de uma árvore, o protótipo vem sendo testado pelo escritório russo A. Masow há três anos. Parece que agora ficou viável produzi-lo em grande escala.

Por Carol

tree in the house 2.jpg

Além de nos aproximar da floresta, da natureza e da vida como ela era no passado distante, regida pelo ciclo do sol, a ideia vem ao encontro de uma forte tendência de movimento humano: a retirada das cidades. Os centros urbanos estão cheios, oferecem doenças, alagamentos, perigos (principalmente em países como o nosso) e o home office é uma realidade sem volta, possível a inúmeras ocupações.

tree in the house 3.jpg

Para a decoração, o mínimo. O escritório propôs vivermos apenas com o estritamente necessário. Talvez pensemos que o dia a dia é muito mais cheio de coisas, de facilidades que não vemos ali. Mas, para eles, faz todo o sentido essa direção de desapegos. Estamos fartos de possuir tantas coisas e muitas delas são inúteis ou nos deixam mais preguiçosos.

tree in the house 5

“A casa precisa APENAS promover sua evolução espiritual e criativa”, resumem. Sim, a fusão com a natureza é completa… mas confesso que eu ia precisar de alguns armários a mais.

tree in the house 4.jpg

Fotos: A. Masow

Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Expectativa x realidade: o banheiro-spa

Uma das tendências previstas para este ano (saiu na revista Casa e Jardim de janeiro de 2016) é o banheiro-spa. Na verdade, esse é um desejo que vem crescendo há algum tempo: ter tempo pra você e só você, reservar alguns minutos do dia para cuidar do seu bem-estar. O banho é um momento perfeito pra isso. O problema é que os banheiros da vida real nem sempre são os daquele cenário que você imagina quando falamos de banheiro-spa…

Por Carol

banheiro spa 3 blog lovin

Eu sei, na vida real não tem banheira. Ou melhor, conheço muita gente que tem e não usa. Usou duas vezes e fim. A boa notícia é que mesmo sem banheira o banho pode ser lindo e mágico. Algumas mudanças pequenas bastam para deixar o nosso banheiro vida-real-dia-a-dia mais revigorante na prática. A primeira delas é: organize a bancada. Se você gosta de baguncinhas por lá, junte tudo em uma bandeja bonita e pare de espalhar os itens.

banheiro spa 1

Outra coisa que observo ao longo dos anos é: um banco (de plástico ou de alumínio) na área do chuveiro é luxo. Delícia tomar banho sentado, de vez em quando, ou ter mais espaço para apoiar, se houver metro quadrado pra isso aí na sua casa. A meia-luz é outra aliada de um banho relax. E, se for acender uma vela, proteja-a bem e prefira aroma de baunilha, que traz, segundo uma pesquisa, sensações de satisfação e felicidade.

banheiro spa 2.jpg

Se quiser uma plantinha no banheiro, minhas sugestões são o lírio da paz (na foto acima tem um à esquerda!), a lança de São Jorge ou a espada de São Jorge. São três ótimas espécies que não vão te dar trabalho, não pedem muito sol e resistem bem à umidade do banheiro.

banheiro spa 4 french fancy

Caso seu banheiro seja pequeno, disponha espelhos em alguns dos cantos, para refletir luminosidade. Assim, não vai ter a sensação de que está em um lugar apertado. Minha dica é optar pelos adesivos, superpráticos – já vi de vários formatos e tamanhos, tenho no lavabo, são ótimos. No mais, mantenha toalhas felpudas, esfoliante, sabonetes especiais, tudo bem pertinho. Vale um som, sempre, pra esquecer da vida, nem que seja por meia hora.

Imagem 1: Feedly.com

Imagem 2: Designsponge

Imagem 3: French Fancy

Imagens 4 e 5: Bloglovin’

Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Design para a saúde

Já falamos por aqui que esse é o ano em que você vai desejar ter a natureza por perto. O verde transforma a casa em um oásis em meio ao caos que vivemos na rua, durante o dia todo. E esse alívio é cada vez mais necessário. Nos últimos tempos, designers têm incluído vegetação em seus desenhos de móveis e objetos, em uma tentativa interessante de trazer as plantas para dentro de casa. Mas o mais bacana está por vir.

Por Carol

Babylone

Ter plantas por perto é ótimo e você já sabe: o refresco visual é impressionante, e dá até pra sentir o clima mais ameno, mesmo. No entanto, estudos recentes comprovaram que estar diariamente em contato com vegetação tem benefícios relevantes para estimular o bom humor e aliviar o estresse. Na Universidade de Exeter Medical School, no Reino Unido, pesquisadores concluíram que pessoas que passaram a viver em áreas mais arborizadas tiveram uma melhora imediata na saúde mental. Esse efeito se manteve por pelo menos três anos depois que essas pessoas mudaram de endereço. O contato com a natureza estimula também, de acordo com o estudo, a praticar esportes, como corrida – veja só!

banco

Ou seja, se você quer aquela forcinha para ter hábitos mais saudáveis neste ano, comece incluindo plantas em casa. Se a ideia unir design e natureza, melhor ainda.

oxygen table, da Taporo

Fotos: divulgação. 1 – The Green head. 2 – Babylone, do Greenworks. 3 – Cisca Urban Seat, de Juan Martino. 4 – Oxygen Table, do Taporo

Atenção! Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Plantas, desejo da vez

Eu juro que não entendia muito bem o motivo de uma casa ter plantas. Até que ganhei uma suculenta de uma amiga, como uma herança, e passei a pensar, filosoficamente, no cuidado do Pequeno Príncipe com sua rosa. É preciso se dedicar. Se você apenas passa pela casa, essa vida não é pra você. Só se entende a quantidade de água que uma planta gosta depois de vários dias observando e vibrando com cada conquista dela, com cada brotinho que nasce. (Abaixo, à esq., minha rosa verde, um orgulho danado!)

Por Carol

3

Garanto a você: é muito saboroso colher um manjericãozinho e colocar direto no prato. E o dito “paisagismo funcional” é um caminho sem volta, previsto para este ano: você vai querer uma horta, vai querer colher seus verdinhos na janela ou em vasinhos, logo, logo. Já existem sites que ensinam a fazer crescer alface, e há estufas como estas, que mantêm os verdes protegidos de bichinhos. Não era pra ser uma moda, o desejo da vez. Ter plantas por perto é essencial (desde sempre) para nos sentirmos vivos, para nos lembrarmos que somos parte da natureza exuberante deste planeta.  Mas a vida fora de casa tem exigido tanto de nós, como um deserto… lá fora há também os transgênicos, parte das comidas de mentira que a indústria nos fez engolir nos últimos anos. Assim, a tendência (já prevista por diversos institutos de previsões de consumo) é querermos um oásis particular, que inclua comida de procedência garantida, assim que pisarmos no nosso lar. Resultado: estamos mais interessados em  hortas, plantas, jardins, mesmo que em vasos pequeninos.

lavanda 121

Não só pra comer, mas também para sentir prazer de ter as mãos impregnadas do aroma da lavanda. Prazer possível, simples, barato. Ah, e você tem um tempo a mais? Compre um vaso de cerâmica comum e forre com tecidinho (adoro reciclar vestidos antigos nessas capas). Depois de dez anos cuidando de um jardim portátil, ficou mais fácil perceber a lição. “O essencial é invisível aos olhos”, já dizia Exupèry.

(foto 1: Carol Scolforo/ foto 2: Claudia Roma)

 

Atenção! Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.