24/09/2020
Buscar
EnglishPortuguese

Decorar

Dicas de decoração para ser feliz em casa e no trabalho

Nós do Projeto Hestia (@projetohestia) estamos fazendo uma pesquisa sobre a relação de brasileiros com

Na língua inglesa, a palavra “Savoring” está originalmente destinada às

Por Angelita Scardua O inverno chegou! Para algumas localidades do Brasil

É um apartamento construído na década de 1980, mas nem

A cozinha da Casa Willey, projetada por Frank Lloyd Wright,

gato-no-decor-projeto-hestia

Sempre digo que na minha casa somos 4 moradores: eu,

O inverno de verdade começa na próxima segunda-feira, mas o

Provavelmente, você não estará mais neste planeta. Muito menos eu.

O ambiente no qual vivemos afeta a todos, mas as

Verão, muito, muito sol! Luz abundante. A natureza vibra em

Receber amigos pra curtir o feriado? Ninguém quer muito trabalho

Talvez você nem perceba, mas há muita coisa que pode

São tempos de apartamentos compactos, esses que vivemos. Há os

É uma verdade que o tempo todo somos bombardeados com

Aproveite que hoje é sábado e faça o teste aí

Uma das tendências previstas para este ano (saiu na revista

Nem todo mundo pode arcar com os custos de uma

Na arquitetura oriental sempre houve grande interesse em entender as

Receber é uma arte, dizem por aí. Eu diria mais:

As pessoas que habitam uma construção, seja ela pública ou

Quais as maiores virtudes de um lar, para você? O

O paisagismo funcional é uma das correntes fortes do ano.

15

Tapetes, almofadas gostosas e outras peças de texturas diferentes deixam a casa muito mais interessante e têm papel fundamental na sensação de acolhimento que ela promove. Se as peças carregarem significados, bordados ou trabalhos que tenham camadas de valor, tanto melhor! No ano passado, conheci o trabalho da argentina Alex Keha, uma tecelã que cria mundos de profundidades diferentes, como se fossem caminhos da natureza.

Por Carol

15 a

A intenção dela é justamente que as pessoas toquem mais em suas casas, pisem mais no chão, sintam com a pele essa esfera. E essa espécie de degustação da casa é uma das formas de fortalecer a sua relação com o lar – o Projeto Hestia prova isso cientificamente. A coisa vai além: as articulações do pé são favorecidas e levam todo o corpo a se reenergizar, a se sentir conectado com o mundo, quando pisamos em chão de terra firme. Qual foi a última vez que você pisou descalço ao chegar em casa? Tire os sapatos já. Lavar os pés fica pra depois. 1