29/03/2020
Buscar
EnglishPortuguese
Carol Scolforo
Carol Scolforo 40POSTS

carolscolforo@passarodigital.com.br

Produtora de conteúdo, Carol Scolforo é jornalista colaboradora de revistas e sites brasileiros. Aqui no Hestia, traz informação - ou melhor, ama escrever - sobre design, arquitetura, decoração e, claro, felicidade.

Estou de mudança pela segunda vez no ano. E depois de chorar um bocado, eu decidi. Deixo de lado os transtornos que uma mudança naturalmente traz e vou me ater às coisas boas que podem surgir dessa notícia. Não é fácil. Mas necessário.

1

0

É um apartamento construído na década de 1980, mas nem parece mais. Tenho percebido que com apês antigos acontece muito de os proprietários não investirem em melhorias. Não é sempre que as pessoas priorizam evoluir seu lar…e vai ficando ruim morar ali. Felizmente não é o caso deste apartamento na zona Sul de São Paulo. Ele veio ao futuro em grande estilo!

1

0

Luz muda tudo ao redor – não apenas o ambiente, mas principalmente nosso humor e as emoções. E se uma boa temperatura de luz é necessária para nos sentirmos mais felizes em determinados ambientes, o mesmo se pode dizer de luminárias, lustres, abajures e todas as formas de comunicar a luz: elas transmitem um estado de espírito. Visualmente, têm efeito de uma jóia no décor.

1

0

O chuveiro que está vazando, a torneira que precisa trocar a carrapeta, a porta que emperrou: sabe essas coisinhas pequenas que você deixa pra resolver depois? Dia desses, eu vivi na prática: a torneira da cozinha estava começando a dar defeito. Foi o começo do fim.

1

0

Por Carol

Quando um dinamarquês está triste, ele já sabe: deve se reconectar à natureza. Logo ele busca uma floresta e ganha novas energias. Vi esses dias em um documentário que explicava a força desse elemento sobre o índice de felicidade deles, que é altíssimo.

1

0

Por Carol Muita gente sonha com um apartamento decorado, daqueles que se vê nas novelas. Mas depois de anos estudando os jeitos de morar, posso

0
gato-no-decor-projeto-hestia

Sempre digo que na minha casa somos 4 moradores: eu, o Guilherme, o Renato e o Severiano. O último é um gato, mas a gente até esquece esse detalhe. Parece que somos todos gatos, ou ele é humano, sei lá. O fato é que quando eu não tinha um animal de estimação morria de rir de quem fazia isso. Agora entendo: eles se tornam uma extensão da família. Tratar como um bebê é irresistível – e não vou entrar nesse quesito, ok?

1

0

Plantas trazem a energia vital para a casa. Cores claras promovem bem-estar, sensação de frescor. E amarrar tudo isso em um visual aconchegante e com manutenção prática é algo que não tem exatamente uma fórmula. Exige talento.  1

0

Um garfo com haste mole, uma taça dupla com a qual não se consegue tomar champanhe sem derrubá-lo, um guarda-chuva de concreto

0