Poesia no Olhar

Em um bairro agitado de São Paulo, a Vila Olímpia, essa casinha de 120 m² passou por uma reforma que a deixou iluminada, clara, em uma rusticidade poética. Mas a antiga dona precisou se mudar de São Paulo e deixou o imóvel para trás, aberto a locação.

Por Carol

1.jpg

Ali por perto, a publicitária Gabriela Lorenzetti, de 29 anos, já estava cansada de procurar por um lugar que tivesse esses adjetivos. Preciso de um parêntesis para explicar quem é essa moradora. Gabi é daquelas pessoas tipo o Midas da lenda, sabe? Tem um toque que torna tudo belo e adorável. Ela é uma das curadoras do site Così Home, que tem objetos modernos e irresistíveis para casas. Aberta em 2013, em sociedade com a Julie Couto (outra que tem um olho incrível), a loja é um encanto, vale sua visita agora mesmo. Bom, quando Gabi se deparou com essa casinha, imagine o brilho nos olhos… Foram felizes desde então, a casa e a ela, em um conto de fadas moderno.

2.jpg

“Eu trabalhava como estilista. Sempre gostei de design. Conforme fui amadurecendo, migrei para a decoração, mas trouxe a aprendizagem do mundo da moda, o gosto pela estamparia e o cuidado com os acabamentos”, explica sobre o talento natural para o décor.

3.jpg

Para a casa, ela tinha um desejo simples: criar um lar bem acolhedor, onde pudesse se sentir abraçada. Se havia um estilo a seguir, era o escandinavo.

4.jpg

Os tons claros das paredes, das madeiras, as linhas limpas do mobiliário andam derretendo muita gente por aí, e Gabi também foi fisgada. “Também amo peças antigas, fiz um mix desses dois estilos e deu no que deu”, ri.

5.jpg

“Incluí na decoração algumas peças que já tinha: duas cadeiras de jantar ganharam capa de crochê, mesmo revestimento dos pufes que eram da minha mãe e agora estão na sala. A mesa de centro eu mesma que fiz usando pallets, os rodízios comprei em loja de material de construção e um tampo de vidro foi cortado sobre medida. A estante em módulos também foi invenção minha, fiz com um marceneiro”, ela explica. Em outras palavras, colocou alma e mãos à obra.

6.jpg

Havia o desejo de encher a casa de plantas, mas, assim como para mim, pra você e o resto do planeta, o tempo anda escasso na rotina dela. “Escolhi algumas de fácil manutenção, como a jiboia”, dá a dica.

7.jpg

8.jpg

Na cozinha pequena e cheia de armários, ela e o marido vivem preparando receitinhas, amam queijos e vinhos. No quintal, há uma mesa rústica com banco e churrasqueira para receber os amigos. Ali, um cordão de luz torna o clima mais intimista.

11.jpg

12.jpg

Peço então para Gabi citar algo que toda casa deve ter para ser feliz. “Cozinha integrada. É incrível o quanto as pessoas amam estar na cozinha, e nessa configuração todo mundo fica juntinho”.

13.jpg

As sensações da casa, por Gabriela Lorenzetti

– Melhor textura: os tijolinhos na parede da sala.

– Para os olhos se encantarem: as peças revestidas de crochê.

– Gostos bons desse lar: A casa tem gosto de queijos e vinhos, gostamos muito de criar esse ambiente acolhedor e de receber amigos. Nada como um queijos e vinhos, pra nós. O meu marido adora cozinhar e o nosso prato favorito é ceviche.

– Trilha sonora: brasilidades.

– Um aroma sempre presente: Vela by Cosi Home =)

– Morar lá é… Me sentir sempre abraçada quando entro em casa. Era exatamente essa a sensação que queria.

IMG_6584_Julia_Ribeiro.jpg

Imagens cedidas por Julia Ribeiro/Casa de Valentina