Na pedra, pertinho do céu

Scroll down to content

Uma pedra em uma encosta, uma vista estonteante. Para muita gente, um lugar difícil de chegar. Mas, para o arquiteto, escultor e designer Ricardo Campos, da Santa Irreverência Arquitetura, um lugar encantador, que se traduziria em uma casa incrível para viver com a jornalista e estilista Cheila, em Charitas, Niterói (RJ).

Por Carol

1.JPG

A paisagem fisgou mesmo o casal, mas eles são pé no chão e levaram técnicos para garantir que a pedra que havia no terreno jamais rolaria. E então, construíram sobre ela. O ponto de partida foi a sala, que enquadrava magicamente a vista da Baía da Guanabara.

2.JPG

A casa foi crescendo, crescendo, até chegar aos atuais 291m², acompanhando o crescimento dos filhos, ao longo de dez anos – e se mantém em mutação, segundo o dono. Novas áreas foram construídas, como o colorido espaço gourmet, que fica de frente à baía, e dois quartos. O deck também aumentou e ganhou uma piscina.

3.JPG

3b.jpg

Na decoração, as experiências de viagens, materiais comprados em brechós ou aproveitados de obras unem-se naturalmente e dizem muito sobre o estilo descontraído dos moradores. “A casa precisa ter alma”, diz Ricardo.

4.JPG

5.JPG

Sobre a melhor parte de morar sobre uma pedra – e pertinho do céu – em meio à brisa mais fresca (que vale ouro no calor carioca), há pouco a dizer e muito a sentir.

6.JPG

6b.jpg

6c.jpg

“A vista é perfeita. Do local se vislumbra a Baía de Guanabara, as regatas e o Rio de Janeiro com toda a sua silhueta”, conta. Há ainda suas invencionices, que tornam tudo divertido, irreverente como ele – é sim uma casa que reflete muito bem quem mora ali.

7.JPG

8.JPG

Casa Ricardo Campos 2.jpg

Imagens cedidas pelo escritório Santa Irreverência

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: