Qual o tamanho da casa que você quer?

São tempos de apartamentos compactos, esses que vivemos. Há os exagerados, que sonham com muitos metros, porque cresceram em casas grandes. Dia desses ouvi de uma amiga: “Meu apartamento é minúsculo, são 80 metros de sofrimento, preciso encontrar soluções sempre”. É pra rir, no mínimo. Atualmente, um compacto mede até 40 m², e só. Então, esse post é pra pensarmos juntos em quanto espaço realmente precisamos para ser felizes. Eu começaria perguntando: por que você possui tantas coisas? Precisa de todas elas? Usa todas?

Por Carol

prototype_2.jpg

Em Uttendorf, na Austria, surgiu o protótipo da Casa Micro-Compacta. Trata-se de um cubo de 2.66 m capaz de ser instalado onde você quiser fixar residência por poucos dias, e custa 38 mil euros a instalação. Cozinha, banheiro, cama e uma pequena entrada bastam, e se quiser se esticar, vá ao quintal. Os desenvolvedores a criaram pensando em curtas estadias. Planejada para estudantes, pesquisadores, homens de negócios, enfim, gente que está de passagem e deve viver o “essencial, a vida inteligente”. Não é uma casa para amar, ser feliz, não é um ambiente no qual você gostaria de passar mais de cinco dias.

roll it house

Na Alemanha, estudantes da Universidade de Karlsruche criaram a Roll-it House. É uma casa circular, que tem cama, mesa, chuveiro e… janelas! (Sim, porque elas são essenciais ao bem-estar). E se você rolar o cilindro imenso, há espaço para receber amigos, uma espécie de sala. Imagino que seja um jeito de experimentar lugares menores, saber até que ponto eles nos sufocam ou nos trazem sensação de “é tudo o que preciso”.

xsmall-house-togo

As americanas Tumbleweed Houses são trailers em forma de casa, ou seja, possibilitam viver pelo mundo afora de um jeito bem divertido, como em um lar que habita nosso imaginário mesmo. O tamanho é parecido com os dos “estúdios” que se proliferaram no mercado imobiliário de São Paulo, com 20 m², mas o conceito é igual: viver apenas o básico. É possível morar ali, mas talvez, voltar para casa, à noite, não seja uma experiência muito agradável. Precisamos de pelo menos um metro ao redor do nosso corpo para nos sentirmos bem em um lugar, segundo Edward Hall, antropólogo estudioso da psicologia ambiental. “As pessoas gostam de manter certas distâncias de outras pessoas ou de objetos”, já disse ele no livro A Dimensão Oculta. Essa esfera invisível é o território de cada pessoa, e é um dos principais parâmetros de dimensões da sociedade moderna para dizer se um lugar é confortável ou não. Segundo ele, a casa deve ser adequada a essa metragem pessoal, à sua capacidade de manutenção dos espaços, aos usos e hobbies dos moradores. Não há uma resposta quanto a tamanho ideal para uma moradia, mas se há um objetivo neste post, é te fazer pensar: o quanto sua casa passa do limite do essencial?

Imagens: divulgação

Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s