O morador constrói seu mundo

É uma premissa que nós do Projeto Hestia sempre destacamos: quanto mais o morador se envolve com sua casa, mais ele terá retorno positivo dessa relação. Isso porque ele passa a se sentir parte integrante daquela esfera, a se responsabilizar por transformar seu mundo, de forma literal. E, nessa semana, quando foi anunciado o vencedor do Prêmio Pritzker (o mais importante da arquitetura mundial), o mundo abriu ainda mais os olhos para esse fato.

Por Carol

aravena 2.jpg

O chileno Alejandro Aravena, do escritório Elemental (acho genial esse nome!), encabeça esse movimento. Há 12 anos, recebeu a missão de criar habitações para 100 famílias carentes, que estavam em processo de realocação. Só que a verba não era alta. Em vez de reclamar do que faltava, o profissional resolveu transformar isso em um trunfo e lançou o conceito. A finalização deveria ser feita pelos próprios moradores, que iriam até decidir, eles mesmos, sobre as divisões do espaço interno. Com isso, se movimentavam também, se mexiam para concretizar seus sonhos. Nada melhor que a energia deles para isso.

aravena 3.jpg

Resumindo, Aravena sabe que nas comunidades carentes sempre existem os puxadinhos – e ele os legitimou como algo que pode ser belo. Esse respeito a gostos vai contra uma arquitetura mais comercial e poderia até depor contra o trabalho do arquiteto. Sim, ele enfrentou críticas, lá no começo. Acontece que o valor das casas quintuplicou e deu projeção ao trabalho social que ele realiza. A comunidade se sentiu parte pensante, e mesmo que hoje você olhe para o interior das casas e pense que não gostaria de morar ali, isso não importa: habitá-las faz todo o sentido para aquelas pessoas. Aravena chegou a trazer proposta parecida a São Paulo, em 2008, para Paraisópolis. Mas não deu certo a ideia – segundo ele, a cultura não foi compreendida pelas pessoas, e ele esbarrou em ambiciosas construtoras que substituíram sua concepção. É difícil encontrar questionadores que transformem conceitos. Quando isso acontece na arquitetura, nós aplaudimos!

Fotos: Divulgação/ Elemental

Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s