Qual é o fluxo da sua casa?

Na arquitetura oriental sempre houve grande interesse em entender as energias da casa. Em um passado distante, surgiram dois interessantes movimentos, o Feng Shui (na China) e o Vasthu (na Índia), que, com base na observação e nas vivências, levantaram questionamentos importantes para o lar. Não estamos aqui levantando a bandeira por essas duas correntes de pensamento. Mesmo que até hoje elas não sejam reconhecidas oficialmente pela ciência, a arquitetura ocidental tem se rendido cada vez mais a alguns dos preceitos que elas pregam. A nós, interessam as lições relevantes que podem ajudar a tornar nossa casa mais aconchegante.

Por Carol

apt 3

Uma dessas lições é sobre o fluxo da casa. Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas vá até a sala e repare bem, de um ângulo geral: qual o caminho das pessoas que entram pela porta? É bem rápido, até acessar a área íntima? É atravancado, cheio de obstáculos? Se você disse sim a alguma das alternativas, leia esse texto até o fim. É que os orientais pregam que dessas duas formas, a casa se torna desinteressante, fria, sem vida, sem energia. O caminho sinuoso, em que os móveis pontuam o ambiente sugerindo um caminho sinuoso, é capaz de transformá-la em um espaço desejável, interessante, cheio de magnetismo. Segundo os orientais, esse fluxo faz com que as pessoas que visitam o lugar se sintam mais bem acolhidas ali.

MaxwellGillinghamRyanHome

O designer de interiores Maxwell Ryan, criador da Terapia do apartamento (técnica que virou até livro), diz que um erro comum é que as pessoas encostam todos os móveis em uma parede só, principalmente quando o ambiente é retangular. Com isso, um dos lados fica vazio, sem atração alguma – torna-se apenas uma passagem sem vida. A boa notícia é que você pode mudar isso quando quiser. Tire um dia desses (dia, não noite!) e arraste daqui e dali, até ficar bom. Um exercício prático, barato, e que vai deixar o lar muito mais acolhedor, como a sala da primeira casa do Maxwell, acima, em dois ângulos diferentes. Crie sua disposição de móveis, sem regras. Use apoios laterais à vontade, com cuidado para não impedir a passagem. Torne o caminho mais bacana.

Foto 1: Wall Decor

Fotos 2 e 3: Projetos de Maxwell Ryan/ Divulgação

Algumas das imagens utilizadas são de divulgação. Se você é autor de uma ou mais delas, e não foi devidamente citado, entre em contato conosco aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s